Notícias, Vida Monástica › 10/06/2014

Mosteiro na China

viewLintou – China. A província de Shanxi (China), acolhe desde o dia 1º de maio o primeiro mosteiro contemplativo católico do país desde a chegada do comunismo ao poder em meados do século XX. O mosteiro é feminino e leva por nome “Jardim de Santo Agostinho”. O projeto de sua fundação foi liderado pela religiosa Sor María Niu Shufen, que foi formada em um mosteiro agostiniano na Inglaterra. “O mosteiro não é fruto de meu trabalho, mas fruto do trabalho de Deus, ele se ocupa de tudo, desde as coisas menores até as maiores”, expressou a religiosa.

O Bispo da Diocese, Dom Giovanni Battista Wang Jis não pôde participar da histórica inauguração por causa de sua avançada idade (90 anos) mas estendeu sua bênção e a do Papa Francisco através de uma mensagem aos presentes. Segundo Sor María Niu, Dom Wang tem um apreço muito grande pela vida contemplativa devido aos 20 anos de seu ministério sacerdotal ter vivido na prisão por causa de sua Fé, e 10 deles em condições de isolamento.

Testemunho local e cooperação internacionalview(1)

O projeto foi possível graças ao apoio da organização católica Cultural Exchange with China, da Sociedade Missionária de San Columbano na Inglaterra. Seu diretor, Padre Eamonn O’Brien, manifestou sua satisfação pela inauguração. “Foram necessário oito anos para abrir este mosteiro. Me recordo quando neste lugar havia só terra debaixo dos pés e céu sobre a cabeça”, comentou. “Quero agradecer a todos quantos sustentaram isto e nos ajudaram desde o ponto de vista financeiro e também através da oração para a construção deste projeto.”

“Estou muito agradecida por todo o apoio que recebi na China e no mundo”, manifestou Sor María Niu. “E em particular estou agradecida ao programa inglês: sem sua ajuda, este projeto não teria se realizado nunca”. (GPE/EPC)

Fonte: Site Gaudiumpress

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.